sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Por vezes...


Por vezes, pensei em chorar por algo que não valia uma só lágrima.
Hesitei por várias vezes pensar, hesitei por várias vezes chorar...
Mas chorei por várias vezes ... como uma criança que acaba de nascer e se deparar com a imensidão de um mundo desconhecido e lançado neste, sem o seu consentimento.

3 comentários:

Sammea disse...

Entendo exatamente o que quis dizer!Um bj e te amo!

Alerkina disse...

Uau...
que gracinha, até triste vc consegue cativar as pessoas ao seu redor, por tanta sensibilidade...
T adoroooo!!!!

Alan Hecktor disse...

Você me mandou um texto pelo msn, que não consegui ler e não consegui salvar. Pode me enviar de novo ou indicar qual era?